«Eu defino a cidade de São Paulo como um caleidoscópio gastronômico», diz Edecio Armbruster, presidente da Academia Brasileira da Gastronomia.

Para ele: «Os sabores e os pratos que aqui habitam são os mais diversificados possíveis. Obviamente existe certo padrão gustativo, que constitui a cozinha brasileira e paulista (originária de São Paulo) e cujos sabores aqui aportaram primeiramente com os colonizadores ibéricos, há mais de 500 anos e mais tarde com outros “recém” chegados, vindos principalmente a partir de meados do século 19.  As assim chamadas cozinhas, brasileira e paulista, não deixam de ser uma mescla das cozinhas europeia, asiática e africana, associadas a dos povos ameríndios que aqui habitavam, e que era baseada apenas nos produtos originários das terras brasileiras e paulista».

São Paulo é a cidade da pagina de gastronomia na revista Ronda Iberia de junho.